Comunicados

Grow logo

Nota oficial - Ciclocidade

A respeito do relato da Ciclocidade, a Grow reafirma que é contra qualquer tipo de discriminação de raça, gênero, orientação sexual, nacionalidade, religião, situação econômica ou qualquer outro aspecto social.

A partir do conhecimento que teve do conteúdo deste relato, por meio de reuniões presenciais com os representantes da ONG e com a própria Jo Pereira, a empresa identificou falhas de conduta no caso, que ocorreram de forma indiscriminada: todos os participantes que iriam fazer palestra individual no evento, como o caso de Jô Pereira, passaram por uma preparação que visava contribuir para a produtividade do evento mas que agora se mostrou claramente inadequada.

Diante da constatação, a Grow lamenta o ocorrido e informa que tomou as seguintes providências:

- Revisou seus procedimentos no contato com convidados a participar dos seus eventos;

- Constituiu uma nova área na empresa para dar suporte e conhecimento a todos os funcionários das melhores práticas de conduta no que diz respeito à diversidade;

- Advertiu formalmente a funcionária em questão, no âmbito do artigo 482 da CLT e, por conta de sua demonstração de entendimento de necessidade de rever processos, presta desde então suporte a ela para que a mesma tenha condições de aperfeiçoar o seu relacionamento e sua comunicação com os mais diversos públicos;

- Pediu desculpas à Jo Pereira, de forma escrita e pessoalmente, inclusive com participação do seu diretor-geral no Brasil em encontro na sede da ONG;

A Grow espera que este episódio seja uma oportunidade de aprendizado para a empresa e seus funcionários.

E estamos buscando ajuda de entidades e especialistas no tema da diversidade para nos acompanhar nesta jornada.

Acreditamos na diversidade como um valor. E estamos em busca de ações para promovê-la interna e externamente.

Acreditamos também que a conscientização, e não a punição, seja a melhor solução para que todos aprendamos a conviver com respeito em meio a toda a diversidade humana que constitui o Brasil e as demais nações latino-americanas.

Nota para a imprensa

A Grow, holding dos patinetes Grin e Yellow, informa que pelo menos 400 de seus patinetes foram apreendidos e danificados pela Prefeitura de São Paulo nesta quarta-feira (29/05).

Este número é parcial e tende a crescer significativamente, pois muitos dos caminhões a serviço da Prefeitura carregados de equipamentos da Grow ainda não foram contabilizados. É possível afirmar que todos os patinetes que estavam na Faria Lima, do Largo da Batata até a Vila Olímpia, foram apreendidos, com truculência, pela Prefeitura.

Importante esclarecer que patinetes estacionados conforme a regulamentação da própria Prefeitura que passou a viger hoje - parados em pontos privados, em pontos públicos e em espaços que não prejudicam a livre circulação dos pedestres - foram levados pelos agentes municipais.

A empresa entende que a ação da Prefeitura foi ilegal e atenta contra o direito de escolha dos cidadãos de São Paulo.

Outras ações ilegais cometidas pela Prefeitura:

- Detenção de funcionário da Grow de forma arbitrária e sem motivo;
- Confisco de patinetes localizados dentro de um veículo privado de um prestador de serviços autônomo da Grow;
- Apreensão de patinete dentro de imóvel privado (prédio comercial);
- Danos aos equipamentos recolhidos, diariamente usados pela população de São Paulo

Sobre a Grin

A Grin é uma startup de micromobilidade urbana nascida da fusão da brasileira Ride, empresa pioneira na implantação do sistema de compartilhamento de patinetes elétricas no país, com a Grin, também pioneira no México. Em janeiro de 2019, juntou-se à Yellow, startup que trouxe para o país o sistema de bicicletas sem estação, dando origem à holding Grow Mobility Inc, a terceira maior empresa de mobilidade urbana do mundo. Com as duas marcas, a Grow já está presente em mais de 15 cidades do Brasil e América Latina e seguem em franca expansão pelo continente.

Sobre a Yellow

A Yellow é uma empresa brasileira de soluções de mobilidade urbana individual fundada em junho de 2017 por três empreendedores apaixonados pela problemática e que somam a maior expertise em tecnologia, mobilidade urbana e bicicleta do Brasil: Eduardo Musa, Renato Freitas e Ariel Lambrecht. Seu objetivo é revolucionar o transporte por meio da disponibilização de alternativas de transporte, principalmente para as chamadas “primeira e última milha” das viagens urbanas; além de melhorar a circulação de pessoas em centros urbanos, otimizar os deslocamentos e integrar diferentes modais de transporte. A visão da empresa é disponibilizar uma “condução barata e divertida”. A Yellow é a primeira empresa no Brasil de compartilhamento de bicicletas em sistema dockless (redistribuição livre, sem estação para retirada e devolução) liberadas por um aplicativo de celular.

Grin e Yellow anunciam fusão que criará a "Grow", nova empresa líder em micromobilidade e serviços "online to ofline" na América latina

Principais empresas de compartilhamento de bicicletas e patinetes do continente unirão forças para acelerar a expansão geográfica e das plataformas na região.

Companhia planeja fornecer transporte, pagamentos digitais, parceria com entrega de alimentos e outros serviços essenciais.

São Paulo, 30 de janeiro de 2019 - A Grin, maior empresa de patinetes elétricos da América Latina, e a Yellow, startup líder no Brasil de bicicletas sem estação e patinetes elétricos, anunciam hoje planos para a fusão das companhias para criar um novo campeão local em soluções de micromobilidade e serviços online to offline (020) do continente sul-americano. A fusão dará origem à holding Grow Mobility Inc. que contém as marcas e aplicativos Yellow e Grin que neste momento seguem ativos de forma inalterada em todos os mercados que atuam. O nome GROW deriva de Grin[Gr] + Yellow [ow].

Juntas, as companhias contam atualmente com mais de 135 mil patinetes e bikes em sete países, já realizaram 2,7 milhões de viagens em apenas seis meses e contam com 1,1 mil funcionários.

O plano de curto prazo é mais do que dobrar sua frota, além de ampliar ainda mais suas ofertas 020 e expandir para outros pontos da América Latina nos próximos meses:

Transporte

A Grow está comprometida em atender às necessidades de mobilidade em toda a América Latina, onde a combinação de alta densidade populacional e infraestrutura de transporte insuficiente cria uma demanda única por soluções de micromobilidade. A Grow manterá e ampliará a operação de bicicletas sem estações e patinetes da Grin e da Yellow no Brasil, México, Colômbia, Peru, Uruguai, Chile e Argentina, além de expandir para novos países no continente.

Pagamentos digitais:

A Grow vai alavancar e continuar a construir sua plataforma própria de pagamentos digitais que oferecem uma maneira segura e conveniente para o número significativo de usuários desbancarizados na América Latina realizarem transações.

Entrega de alimentos:

A Grow vai incorporar e expandir sua parceria existente com a Rappi, maior plataforma de entrega de alimentos e produtos na América Latina, que atualmente opera em 27 cidades de sete países. Os mais de 20 milhões de usuários da Rappi já podem desbloquear patinetes e bicicletas diretamente pelo aplicativo.

“Estamos empolgados em unir duas empresas latino-americanas de tecnologia, que compartilham a mesma visão de transformar não apenas o transporte, mas também melhorar os serviços de infraestrutura e impulsionar a atividade econômica em toda a nossa região”, disse Jonathan Lewy, cofundador da Grin e presidente do conselho da Grow Mobility Inc.

“A demanda por esses serviços cotidianos na América Latina é enorme e, combinando forças e recursos, poderemos nos mover mais rapidamente para atender mais usuários. Estamos ansiosos para desenvolver as fortes relações de Grin e Yellow com as autoridades locais e outros agentes interessados em parcerias para criar um valor duradouro para nossa região”, disse Sergio Romo, cofundador da Grin e CEO Global da Grow.

“Temos muita sorte em reunir duas equipes experientes e bem-sucedidas com profundo conhecimento de mobilidade urbana e das necessidades dos clientes que atendemos”, disse Ariel Lambrecht, cofundador da Yellow e diretor global de produtos da Grow Mobility Inc. “Ambos times são apaixonados por melhorar vidas em nossas áreas urbanas. Juntos, temos o talento, os recursos e a experiência local para promover soluções inteligentes de infraestrutura diária para usuários em toda a América Latina e promover o ecossistema de tecnologia da região de forma mais ampla”, completa Lambrecht.

O empresário brasileiro/argentino, Ariel Lambrecht, atuará como diretor global de produtos, sendo responsável pelas principais funções de produto e engenharia, além de liderar as operações brasileiras ao lado de Marcelo Loureiro. Lambrecht, que foi um dos fundadores da 99, primeiro unicórnio tecnológico do Brasil, ajudará a orientar a Grow com sua experiência profunda em produtos e mobilidade, que será fundamental à medida que a nova empresa cresça em grande escala.

O co-fundador da Yellow Eduardo Musa deixará a administração do dia a dia da Companhia. O time e o conselho da Yellow são eternamente gratos pela sua liderança na construção de uma marca querida e da empresa número um em compartilhamento de bicicletas sem estação da América Latina.

Informações para a imprensa:

imprensa.br@grow.mobi

Profile contact

Morena Madureira - morena.madureira@profilepr.com.br
Marianna Santos - marianna.santos@profilepr.com.br